A logística é um processo que pode causar grandes dores de cabeça quando mal executada. Entre esses problemas está, sem dúvidas, gastos enormes com os custos logísticos do estoque.

Por isso, é essencial saber como reduzir os custos logísticos. Além disso, em momentos de crise, como o que vivemos agora, devemos analisar ainda mais a gestão dos recursos financeiros. Isso porque a Logística é uma parte muito importante do seu negócio. Logo você não pode deixar de dar atenção a esses processos.

Então, a Elemar preparou para você 5 dicas que valem ouro na hora de reduzir os custos logísticos. Siga a leitura e confira!

Custos logísticos: O que é?

Como sugere a expressão, custos logísticos são todas as despesas gastas com os processos logísticos. Entre elas está o gasto com a estocagem dos itens, manutenção do inventário, embalagens e manuseio. Além disso, também é importante lembrar do custo sobre a movimentação dos materiais. Fora a carga tributária, transporte, planejamento operacional, entre outros.

Assim, para conseguir reduzir os custos logísticos, você precisa entender o gasto de cada etapa. Além de saber como todos os processos funcionam. Tudo isso também é essencial para melhorar a performance e resultados. Nesse sentido, os três pontos principais que você deve entender são:

  • Armazenagem: recursos destinados ao recebimento, armazenamento e despacho dos produtos;
  • Transporte: custo com deslocamento, como distribuição, transferências e entregas ao cliente;
  • Manuseio: gastos com a movimentação interna destinados a equipamentos, funcionários e recursos tecnológicos.

Tendo essas três questões em mente, fica mais fácil tomar uma decisão que reduza os custos logísticos. Mas, afinal, como diminuir esses gastos?

redução de custos logísticos

 1) Organize todos os processos

Certamente, em qualquer gestão de negócios, manter uma organização detalhada é muito importante. No caso do gerenciamento de estoque não é diferente. Por isso, desenvolver processos logísticos organizados e estratégicos é indispensável para reduzir gastos.

Nesse sentido, é preciso racionalizar todos os processos que envolvam a logística. Por exemplo, muitas vezes, remessas que deveriam ir juntas são enviadas separadamente. Assim, o motorista deve fazer uma viagem a mais. Gastando mais tempo e dinheiro da empresa.

Além disso, outro problema é quando o caminhão de carga inicia o transporte com capacidade abaixo do limite. Ou seja, ocorre outro gasto com o aumento do número de viagens.

Entretanto, é possível evitar facilmente esse tipo de gasto desnecessário. A chave é uma boa organização estratégica. Por exemplo, elabore rotas que combine entrega e carregamento. Isto é, quando um veículo for enviar uma entrega ao cliente, certifique-se que ele não volte vazio.

Para tanto, existem várias ferramentas que você pode utilizar. Como softwares e otimização das rotas.

 2) Utilize a tecnologia

Investir em tecnologia pode gerar, inicialmente, gastos a mais. Porém a longo prazo a automação é muito vantajosa. Portanto, com a finalidade de reduzir os gastos logísticos, utilize um bom sistema tecnológico.

Na logística, as soluções tecnológicas podem, com certeza, resultar em vários benefícios. Elas podem agilizar entregas e reduzir desperdícios como citamos anteriormente. Fora que bons equipamentos podem ser o que você precisava para reduzir o custo de embalagens. Além de aumentar a qualidade dos itens.

Por exemplo, o software WMS faz o controle de rotinas dentro do estoque. Ou seja, ele gerencia o recebimento, armazenagem, separação de pedidos, inventário e expedição.

Já o TMS é uma ferramenta tecnológica que otimiza a gestão de transporte. Ela cuida da formação de carga, monitora as entregas. Cuida das ocorrências e auditoria de faturas. Além de fazer a rota de forma estratégica.

custos logísticos

 3) Preveja a demanda e trabalhe com estoque mínimo

Certamente, fazer a previsão da demanda de estoque é uma forma de trabalhar com estoque mínimo. Para prever o que o mercado pode exigir no futuro, é preciso fazer um levantamento de dados do seu mercaado.

Nesse sentido, você precisará analisar o histórico de vendas e o comportamento do consumidor. Além do tempo de giro dos produtos. Isto é, o período que eles costumam ficar parados no estoque.

Cruzando essas informações, é possível estimar qual será a procura dos clientes nas próximas temporadas. Desse modo, você pode adquirir os produtos apenas quando realmente precisar. Evitando excessos e desperdícios.

Afinal, o estoque em excesso pode ser tão prejudicial quanto a falta de materiais. Assim, combinado com a previsão de demanda está a estratégia de estoque mínimo, just in time.

Esse é um processo que trabalha com a ideia de estoques pequenos e mínimos. Isso visando reduzir custos logísticos operacionais. Nesse sistema a compra de mais produtos para estoque ocorre apenas quando for realmente necessário. Em outras palavras, quando o material estiver prestes a entrar no ciclo de produção.

Dessa forma, o estoque é necessário por pouco tempo. O que gera menos despesas com armazenagem.

 4) Monitore os indicadores de desempenho

Acompanhar os indicadores de desempenho é outra estratégia essencial na redução de custos logísticos. Esses indicadores ou KPIs (Key Performance Indicators) são ferramentas de gestão. Eles indicam os resultados das suas ações logísticas.

De fato, eles ajudam a reduzir os gastos, pois identificam falhas e oportunidades de melhoria. Por isso, eles são necessários para que você acompanhe o desenvolvimento do seu negócio.

Entre os principais indicadores que você deve monitorar, estão:

  • custo por viagem;
  • consumo de combustível;
  • gastos com manutenções;
  • índice de danos;
  • média de multas e custos com acidentes;
  • quantidade de devoluções.

Acompanhando esses fatores você, com certeza, conseguirá encontrar erros e problemas operacionais. Reduzindo, assim, seus custos logísticos.

como reduzir custos logísticos

 5) Conte com a terceirização logística

Sem dúvida, a terceirização dos processos logísticos possibilita vários benefícios. Isso porque existe uma grande variedade de modelos de terceirização. Assim, um deles pode ser mais acessível para você. Mas, certamente, todos eles podem promover uma grande economia.

Isso pois a terceirização evita que você precise manter um armazém próprio para estocar as mercadorias. Logo, há uma redução nos custos logísticos que não haveria caso o espaço fosse próprio.

Por exemplo, o aluguel do local e gastos com energia elétrica são algumas dessas reduções. Além de custos com água e equipe. Fora que a empresa terceirizada será responsável por lidar com o envio. Incluindo a embalagem, expedição e rastreio das mercadorias.

O gerenciamento de estoque também fica mais simples. Pois empresas terceirizadas dispõem de alta tecnologia. Assim, você pode acompanhar o estoque de casa, através da internet. Outro ponto é a localização dessas empresas. Normalmente elas estão localizadas em capitais.

Logo, a terceirização possibilita que os produtos fiquem mais perto dos clientes. Dessa forma, o deslocamento para entrega é reduzido. Com ele prazos e custos também passam por um corte de gastos. Reduzindo, portanto, os seus custos logísticos.

Reduza seus gastos e obtenha sucesso

A redução dos custos logísticos da sua empresa é crucial para se manter à frente da concorrência. Além de ser decisiva para a sobrevivência do negócio em tempos de crise. Por isso, não deixe de colocar em prática as dicas da Elemar.

Certamente, existem muitas formas de cortar os gastos logísticos. Entretanto, como ficou evidente, contratar uma empresa especializada no assunto é a maneira mais prática de lidar com os gastos. Então, que tal deixar sua carga nas mãos de quem entende?

A Elemar trabalha há quase 40 anos no mercado logístico, levando soluções para quem precisa. Portanto, confie na experiência e conhecimento de quem realmente entende suas necessidades. Confie na Elemar Armazém Geral e Logística.

Acompanhe nosso trabalho pelas redes sociais, Facebook e Instagram, e confira o nosso bom desempenho!